S=So+Vt

Se você pedisse para eu descrever a imagem de meus últimos dias eu lhe diria o seguinte:
Está no fim na tarde… Ou seria início da noite? Bem, não sei bem. É como um filme de rolo. São várias fotos passando em alta velocidade criando a ilusão do movimento. É isso. O movimento é uma ilusão. Tudo está parado, parado demais. Olhando de dentro de um ônibus pela janela é a mesma sensação que se tem. São dois universos vizinhos um do outro. É o mundo que passa do lado de fora, são as pessoas do lado de dentro. Mas voltando ao olhar pela janela… Olhar pela janela é como um filme antigo. Aquele lance do “movimento ilusório”. As coisas paradas lá fora se movem rapidamente e parecem imagens. Não sei, é sério demais para uma conversa descontraída.
Meus caros, são muitas as bobagens já ditas (acima, principalmente), mas percebam: voam os dias. Ontem foi segunda. Hoje é terça. O tempo passa tão depressa que já parece que se passaram um tarde inteira enquanto escrevo isso. Não sei. É sério demais para mim.

Anúncios