O outro.

Eu venho aqui de novo pra falar do tempo. Com uma velha camiseta usada, uma calça desbotada e um tênis desamarrado eu venho aqui pra dizer que mudei. Ver as antigas cartas e as canções mais novas é visitar e cumprimentar vários ‘eu’ no tempo. Cada ‘eu’ com suas roupas, cortes de cabelo, cores e estilos de sapatos. Das músicas que já ouvi nesse tempo todo eu nem conto! Esse meu quarto aberto ao público me põe num palco, onde eu invento a história, toco a trilha sonora, canto meu coração pelo avesso e danço na minha própria dança. Esse, aqui e agora, é meu espelho mais moderno, que ao invés de uma imagem em tempo real, me mostra o gradiente de personalidades e universos que fui.
Esse é mais um bilhete, escrito por meu próprio punho, pregado com um imã na geladeira.

Eu vou e volto o tempo todo.

Anúncios

Um pensamento em “O outro.”

  1. Fantástico Blog! Amei todos estes textos, palavras que escreve. Lhe entendo perfeitamente! Continue escrevendo. E por favor, cumpra com estas palavras ditas “Eu vou e volto o tempo todo”. Pois espero que não abandone seus fiéis leitores. Parabéns.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

w

Connecting to %s