Preces.

– Filho faz uma prece pra ter o pão na mesa amanhã
Pede a Deus para lembrar da gente
Promete o que poder, diz que paga assim que der

Diz a ele que eu ainda não esqueci
Das promessas de dias melhores
Do motivo o qual me trouxe até aqui

– Você disse que nunca iria nos deixar faltar nada
Que iria prover a comida, a vestimenta e as alegrias
E não é o que eu tenho visto acontecer

– Pai, será que Ele esqueceu de nós aqui?
Por quanto tempo mais vamos esperar?
Por quanto tempo mais vamos aguentar?

– Filho, não fala assim
Podem ser dificeis os dias
Pode até faltar comida
Mas fome não vamos passar
Ele não vai deixar

– Mas pai, mas quem consegue ser feliz assim?
Vivendo na incerteza da falta do dinheiro,
Vivendo apenas para ter o que comer no fim do dia

– Filho entende que podem ser dificeis os dias
Mas sempre haverá uma melodia
Que você pode cantar e renovar sua alegria

– “Eu nunca esqueço de você
Eu vigio seus passos, seguro tua mão
Te levo em meus braços, acalmo teu coração”

– Então leva contigo meus dias
Me leva até aquele rio onde eu posso me lavar
Toma contigo meu peito, que meu coração já quer descançar

Anúncios