ventura.

uma lembrança. cenas perdidas na mente. o movimento, o slow-motion, a pausa. numa moldura passa o que poderia ter sido nossa vida. talvez faltou ser mais do que um simples pensamento. talvez faltou só ser. precisava ter saído do pensamento e se tornado matéria. faltou ser mais nós. faltou juntar teu sorriso discreto com minhas piadas sem graça. em tudo que fomos, fomos o melhor de nós, menos no “nós”. faltou eu ser mais direto e você entender nas vezes que eu fui. faltou eu ser menos seu. talvez tenha faltado você. talvez eu tenha pensado demais, te buscado demais. talvez meu erro foi ter sido demasiadamente seu. talvez meu erro foi cantar pro mundo inteiro o que você só precisava ouvir. talvez tenha faltado coragem. faltou coragem. faltou eu ser mais eu. faltou eu escrever menos e estar mais aí. foi ausente demais a mim e a ti. quis demais até você não quer mais tanto assim.

Anúncios

vendavais

letra e musica por Jonathas Iohanathan

Nunca entendi a o que você dizia naqueles vendavais
Eu não sabia, mas pros meus dias você planejou a pais
Me pôs de volta em minha orbita
Sou teu satélite a te transladar
Teu grande amor me mantém por perto
E dos teus braços não saio jamais

Então pra que temer o futuro quando eu sei (que) você vai estar lá?

entropia

O caos em sua forma mais pura. Uma confusão vem em nuvens negras em uma tempestade no meio do verão.  As sirenes na vizinhança,  o bebê que chora, a TV que mostra mais uma aberração.  Psicopatia cotidiana. O concreto dos edifícios,  o asfalto das pistas. Gás carbônico e dióxido de carbônico concorrem nos pulmões. O mar por onde navego se agita. Sobre o murmúrio de tua voz ele se cala, se deita, escorre manso e nas pedras dorme.  Caos rasgado pela ternura.  Simplicidade do dia-a-dia.  Uma frase estampada me faz lembrar de você. Faça pequenas coisas com grande amor. Por algo depois do “boa noite”.