dos dias.

Me recupero e reencontro o foco
Lembro do que me trouxe aqui
Eu sei, pode parecer estranho
Meu bem, eu sei,
pode parecer demais

Então eu paro e penso
E vejo tudo que passamos pra chegar até aqui
Os sorrisos, as brigas, os planos, os sonhos
Meu Deus, pode parecer demais

Mas eu venho te lembrar o que me trouxe até aqui
É aquele velho amor que sinto por você
Que me assalta o peito e
te aponta como principal suspeito

Pode parecer demais, eu sei
Meu bem eu juro que sei
Mas eu só queria um pouco mais de tempo
Pra ficar com você

E depois do foco, me reencontro por aí
Visto um bom sorriso, te chamo pra sair
Para assistir um bom filme, vê o universo crescer
Para assistir sua vida passar da primeira fila

Então eu lembro do que me prometi
“Nunca pedir mais do que você tem pra mim”
E vejo o quanto sou culpado por tudo isso
Pelo que faço, pelo o que digo e o que não (digo) também

Então eu paro e penso
E vejo tudo que esperamos para chegar aqui
Dos sorrisos, dos dias, das canções que fiz
Meu amor, pode parecer estranho, eu sei

Meu bem eu juro que tentei
Não ver o tempo parar, escorregar das minhas mãos
Eu só queria fazê-lo parar pra ficar com você
Só pra ficar com você

Anúncios

A importância do tempo. – pt.2

A espera. Ela tortura. Arranca um pedaço do peito. Traz a angústia. Você não pode fazer nada. É como estar no escuro, de mãos atadas, sem ninguém por perto. E você reza. E espera. E é torturado. Angustiado. Preso. Imóvel. Perdido. Desolado. Tudo o que você queria era poder ajudar, estar lá, ao lado, segurando na sua mão, dizendo palavras de um silêncio incomum. Queria confortar, mesmo sem saber como. E você quer parar o tempo, calar a dor, evitar o futuro. Então vem o medo. Te toma em assalto, te faz refém. E a cada ‘tic’ do relógio teu coração para. Corre. Sobe. Vai à tua boca mostrar teu gosto. Você chora. Treme. Senta. E chora. Só chora. Tem esperança e medo. Ao mesmo tempo. O tempo todo. Aí sim.

É a outra importância do tempo. Daquele mesmo jeito. Pela continuidade do correr do rio. Pelo recomeço da sua vida. Pela continuidade da minha. Por sua vida através da minha.

A importância do tempo. – pt1.

Contar o tempo. Fazer dele seu aliado ou conhecer teu pior adversário. Fechar os olhos, esquecer de tudo que existe. Manter o foco. Lentamente se permitir não ouvir nenhum som, não sentir nenhum perfume. Agora você está pronto para ver aquilo que só existe verdadeiramente longe de todos os sentidos.
Você dorme bem a noite? Com o que você sonha? Ah, eu sonho todo o dia o mesmo sonho. Todo e singular dia. O mesmo sonho. E quando eu o alcançar, eu não sei quem vai estar lá na linha de chegada. Ou sei?
Pelo o que você vive? O que importa pra você?… Porque pra mim já tanto faz, já não sei mais. O que é mais importante vem em primeiro lugar? Mesmo? Isso eu também não sei. É relativo. Mas pra mim, o importante passa à frente.

O importante é ser feliz. Eu vou. Eu quero. Eu sei como ser.

café frio.

Recomeço e reconstrução. Seria o título. Mas deixa assim. Nestes dias, onde o silêncio impera, eu me encontro mais. Me encontro em cada caminhar, em cada audição de velhas e novas canções. Estou cansado de perder pro tempo. Estou cansado de tanto assalto à minha paz. Eu quero mais ficar aqui. Quieto. Parado. Vendo o tempo passar por mim e girar o mundo. A vida se cansa de resistir aos dias. É um salto em queda-livre ao futuro. É a fila de espera para o novo amanhã. É tudo aquilo que quero e não sei dizer. É tudo aquilo que sei e canto. Ou não. Eu gosto mais de não saber. Eu gosto mais de ficar em paz. De conhecer.

De mãos dadas.mp3

Essa música está escrita faz um tempo já. É uma das minhas favoritas, apesar de pequena e simples. Disponibilizo essa versão contendo inúmeros erros, mas que achei sincera suficiente para caber aqui e compartilhar com vocês amigos.

Traz o meu mundo de volta pro lugar
Vem ser meu Sol pra você eu transladar
Vem ser o vento que sopra no meu mar
Que eu iço as velas pra você me levar

Amor, aonde você me soprar
Eu vou aonde seu amor for me levar
Estou disposto a mudar por você
Se prometer que vai ficar

E levar a tristeza pra longe daqui
E ficar por perto, é o que eu espero
E caminhar com as mãos dadas pra qualquer lugar
Ir pra qualquer lugar, um fim de tarde em qualquer lugar.

Download/Ouvir